Documentário

Documentário – Schools of Trust

No dia 30 de Setembro, a Nova Acrópole em parceria com o Município de Braga, dinamizou uma atividade com base no documentário Schools of Trust (Escolas de Confiança), no âmbito do projeto Eco vs Ego, pelas 21 horas, no auditório do Museu Regional de Arqueologia D. Diogo de Sousa.
A sessão iniciou com a recepção feita pela Nova Acrópole, organização internacional promotora da filosofia, cultura e voluntariado, orientada para a educação dos valores humanos e com o objetivo de construção de uma “cidade alta”, consciente e informada, tal como a palavra Acrópole indica. Os encontros Eco vs Ego incidem na exposição de temas versados sobre o planeta e a humanidade e pretendem desenvolver o trabalho educativo vocacionada para os adultos, muitos deles pais das crianças que criarão o futuro. Neste sentido, o momento proporcionou a reflexão sobre o ensino que os adultos tencionam proporcionar aos mais novos.

Após a apresentação inicial seguiu-se a projeção do documentário “Escolas de Confiança”, o qual abordou exemplos de escolas democráticas na Alemanha, Israel e Porto Rico. Nestas escolas diferentes do ensino regular, as crianças têm a possibilidade de escolher e de decidir quando e o que querem aprender. Os alunos são estimulados a desenvolverem as suas paixões e talentos, exponenciando o seu génio criativo, aprendendo uns com as outros, com prazer e motivação, as matérias que a cada momento lhes despertam mais interesse. A democracia destas escolas é vivenciada na possibilidade que as crianças têm de escolher por elas próprias o seu objecto de estudo, o qual é trabalhado com os professores de forma individual. O modelo “palestra” é substituído pelo acompanhamento personalizado, mediante a curiosidade e o ritmo dos aprendizes. Nas escolas democráticas pretende-se atender às necessidades naturais de cada ser, permitindo o livre brincar, correr e aprender, já que “crianças felizes aprendem melhor”.

No final do documentário escutamos o testemunho de Ivone Apolinário, co-fundadora e atual coordenadora do Centro de Aprendizagem da associação “O Mundo Somos Nós”, e membro dos órgãos sociais da M.E.L. – Associação Movimento de Educação Livre, em Portugal. A convidada partilhou a sua experiência enquanto fundadora e mãe de um aluno do projeto “O Mundo Somos Nós” e respondeu a algumas questões feitas público. Ivone Apolinário reforçou a importância de incentivar a criança a ser aquilo que é e de proporcionar o seu autoconhecimento, espírito questionador, criativo e inovador. Na sua visão pedagógica, a felicidade e consciência das crianças deverá ser sempre o essencial, e por isso devemos auxiliá-las a promover dinâmicas de resolução de problemas que ajudem a melhorar e a construir a sociedade. Terminada a sua participação, foi encerrada a sessão e todos regressamos a casa revalorizando o papel da educação no mundo, e repensando a forma como a praticamos no nosso dia-a-dia.

Comments are Closed

Theme by Anders Norén